Atendimento das 09:00 às 18:00 hs Brasil

O que é QR Code?

CRIADO HÁ MAIS DE 25 ANOS

O que é QR Code?

 

Código de resposta rápida. Esse é o nome completo do QR Code (Quick Response Code). Embora esteja sendo mais notado — e adotado — apenas agora, ele já tem 25 anos: foi criado em 1994 pela Denso-Wave (uma empresa do Grupo Toyota), no Japão.

O QR Code é uma evolução do código de barras — que existe desde 1970 e revolucionou a identificação de produtos. Ele consiste em um gráfico 2D (o código de barras comum usa apenas uma dimensão, a horizontal, enquanto o QR usa a vertical e a horizontal) que pode ser lido pelas câmeras da maioria dos celulares (alguns modelos ainda requerem aplicativos específicos para isso).

Asaas

A maior diferença entre um QR Code e o código de barras tradicional está no fato de que o código de barras comum somente carrega informações na horizontal, enquanto o QR Code lê informações tanto na horizontal quanto na vertical, permitindo uma maior quantidade de dados em um espaço menor. Além disso, o QR Code pode trazer também uma instrução, que pode ser desde acessar uma página da internet, disponibilizar um endereço ou dados de contato para serem carregados na agenda do celular, até detalhar características técnicas do produto, acessar os últimos desenvolvimentos de uma notícia publicada, entre muitas outras coisas.

Como é um código visual, só precisa ser lido de forma completa. Ou seja, pode estar em forma digital, em um dispositivo, ou física, impresso. Uma de suas vantagens é levar o consumidor diretamente aonde se quer que ele vá. Ou seja, elimina a necessidade de inserção de endereços em navegadores de smartphones (tarefa que pode ser árdua em alguns aparelhos).

Inicialmente, ele era bastante usado para oferecer conteúdo extra. Era comum receber panfletos, por exemplo, com um código que, ao ser escaneado pelo celular, direcionava para um site. A maioria dos usuários, entretanto, não o aproveitava bem: era comum chegar a páginas pouco atraentes e até pensar por que alguém faria uma ação desse tipo. Depois, ele passou a servir como suporte a compras. Assim, um restaurante poderia distribuir panfletos com seu código e informar que ele levava à sua loja virtual para permitir que o cliente fizesse seu pedido lá diretamente. Outra possibilidade era permitir que um telespectador comprasse produtos apresentados em programas de TV.

A primeira empresa a utilizar o QR Code em um anúncio publicitário no Brasil foi a Fast Shop, em dezembro de 2007. No ano seguinte, a Nova Schin, a Claro e a Revista Galileu, da Editora Globo, também aderiram ao código, em campanhas ou interação com o usuário. Em 2015, foi a vez do WhatsApp adotar o QR Code ao criar uma versão para computador, o WhatsApp Web — que, hoje, é preferida por muitos. A tecnologia passou, então, a ser usada para fazer a validação do usuário quando ele espelha o aplicativo na web.

O QR Code pode ser usado, ainda, para reforçar a segurança em condomínios. Quando um morador faz uma festa, a entrada de visitantes deve ser liberada previamente (ou durante a atividade). Uma forma de facilitar isso é possibilitar que o condômino envie um QR Code aos convidados — assim, a entrada deles se torna muito mais fluida.

Uma ação promocional recente, que uniu McDonald’s, Burger King e Subway, usou o QR Code para fazer uma oferta no formato offline-online-offline. As marcas dividiram a uma página de jornal para apresentar suas promoções. Quando o leitor escaneava o código no anúncio, recebia uma oferta personalizada de acordo com a localização e o horário.

Os QR Codes têm uma importância fundamental para a área de comunicação e marketing, pois permitem uma interação renovada entre fornecedores de produtos/serviços e consumidores, criando conveniência para os portadores de smartphones e economizando tempo. Além disso, diferentemente do que acontece com os folhetos, que são meios que geram lixo, ou as anotações que se perdem em papeizinhos ou agendas, a informação disponibilizada por um QR Code pode levar o usuário diretamente a uma página de internet com mais informações, acessar um vídeo, carregar o contato de uma pessoa diretamente na agenda do celular, dentre várias outras aplicações.

O Marketing móvel tornou-se um ingrediente essencial de sucesso em campanhas publicitárias em todo o mundo. A importância no Brasil também vem crescendo.

QR Codes funcionam como hiperlinks físicos: eles convertem off-line em online e impresso em digital móvel. Podem ser colocados em cartões de visita, catálogos, mala direta ou até no rótulo de um produto para acessar o link do mesmo na internet. Alguns dos usos mais comuns dos QR Codes em campanhas de Marketing são:

  Coletar respostas em uma campanha de mala direta: ao armazenar um QR Code e imprimi-lo em uma mala direta como mecanismo de resposta. Quando os destinatários escaneiam o código de barras com o aplicativo de seu celular, eles se conectam a uma página de destino (landing page), onde podem encontrar mais informações sobre o produto ou serviço anunciado, responder a mensagem ou simplesmente se cadastrar para receber a oferta;

  QR Codes podem armazenar tanto URLs genéricas como personalizadas: ao se utilizar QR Codes personalizados, as landing pages ligadas ao código de barras podem ser personalizadas, aumentando as possibilidades de uma resposta favorável em função de uma mensagem mais específica;

  QR Codes em um produto ou material corporativo: imprima catálogos ou panfletos com um QR Code que conecte visitantes a uma webpage com a demonstração do produto, vídeos de testemunhos, FAQ, etc. Você pode conquistar clientes e prospects em um outro nível;

  QR Codes em anúncios impressos: nem todo mundo está na sua mesa ou em frente a um computador enquanto lê uma revista ou um jornal, mas ao colocar um QR Code em um anúncio, os leitores podem simplesmente ler o código para receber mais informações ou mesmo uma oferta especial;

  QR Codes em itens promocionais: colocar um QR Code em brindes como camisetas ou canecas dá nova vida a eles.

Há muitas possibilidades de uso dos QR Codes no Marketing. Usados com tato e criatividade, eles abrem um canal conveniente e relevante de comunicação, aumentando a chance de resposta.

Quando nos perguntamos em que usar um QR Code, a resposta é simples e curta: em qualquer coisa. A criatividade é o limite. Pode-se pensar em cartões de visita, panfletos, outdoors, revistas em quadrinhos, educação, artigos em jornais e revistas, placas, comentários, apresentações, vestuário, televisões, livros, mala direta, manual de instruções, caixas de cereais menus interativos, produtos, etiquetas com nome, contratos, promoções, tatuagem, corte de cabelo, maquiagem, campo agrícola, etc.

Importante lembrar que o QR Code é uma ferramenta para agilizar a conexão entre o usuário e o conteúdo que se quer compartilhar e melhorar a qualidade destas informações (eliminando erros de digitação). Outro ponto fundamental na utilização do QR Code é que ele deve levar quem está consultando a conteúdo adicional ou complementar – novidade, nunca repetindo o que já é de conhecimento público, ou já está impresso. Apresentar no resultado da leitura do QR Code a mesma informação constante no material onde o QR Code estava impresso é o maior pecado que um profissional de comunicação pode fazer.

Quer saber o que é um QR Code Dinâmico? Então CLIQUE AQUI
ATENDIMENTO
Horário: das 09:00 às 18:00 hs
Mauro
Comercial / Suporte
   ATENDIMENTO ONLINE